BEM VINDOS

O Blog Herdeiros de Aslam dá as boas-vindas a todos os narnianos!

ANALOGIAS BÍBLICAS

No canal Além Mar você encontra analogias e reflexões sobre Nárnia e o cristianismo e os simbolismo encontrados na obra de Lewis.

NOTÍCIAS

Noticias e novidades sobe ACDN,além de acompanharmos de perto a carreira do elenco que deu vida a Nárnia.

AVISOS E INFORMAÇÕES

Avisos da adm do grupo e do blog. São informações referentes a mudanças ou acréscimos na Rede Rugido do Leão!

ENTREVISTAS

Entrevistas com ADM's, membros, banhadas com humor e um toque especial da simplicidade do Sr. Tumnus.

VÍDEOS

Canal de vídeos do grupo e sugestões narnianas!

ARTE NARNIANA

Fic's, desenhos, poemas enviados por Narnianos que quiserem ter seu trabalho divulgado no Blog.

UM POUCO MAIS SOBRE NÁRNIA

Sala Vazia é o canal onde são postados artigos variados que tenha haver com o universo narniano

CRIE!

Espaço de fic`s destinado a criatividade do publico narniano e a divulgação do trabalho!

quinta-feira, 19 de julho de 2012

William Moseley é atingido por raio em set de filmagens

O ator britânico William Moseley, de "As crônicas da Nárnia", foi atingido por um raio durante as filmagens do filme "The silent mountain". Ele estava gravando cena nas Dolomitas, cadeia montanhosa dos Alpes que fica no norte da Itália.

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Set de The Silent Mountain atingido por raio

Aqui estão pequenos fragmentos de reportagens sobre o fato. Assim que novas informações forem postadas estremos atualizando o blog:

(...)Os feridos foram levados para os hospitais de Brunico Bressanone e, entre outras coisas, em estado de choque e queimaduras. Há seis pessoas da Alemanha, dois da Áustria e um homem de Cortina.
Entre os feridos devem ser o ator William Moseley.(...)"

"O ator William Moseley (...) também precisou de ajuda. Ele foi levado para a segurança de seu próprio assistente. No set, que foi localizado perto do museu de guerra, foram levadas um total de cerca de 50 pessoas.
(...)A essa zona está localizado numa zona morta onde a recepção do telefone móvel é fraca. No entanto, eles conseguiram se comunicar com o número de emergência 118. A Cruz Branca, o Corpo de Bombeiros e Resgate em Montanha foram enviados para o Valparola."

Aparentemente apenas aqueles que procuraram abrigo se feriram, cerca de 45 pessoas saíram ilesas.
As filmagens já tinham acabado quando foram surpreendidos pela tempestade.

A equipe que buscou abrigo da tempestade foi atingida por raio...Infelizmente Will estava entre eles!

Vamos orar por ele, narnianos! Nosso rei precisa que nos mobilizemos por ele!


http://williammoseleyfan.net/

sábado, 7 de julho de 2012

Nárnia é a mesma

Nárnia continua a mesma. É verdade que sofreu mudanças com o passar do tempo, de um reinado a outro, mas sua magia permaneceu a mesma. Os reis cresceram, muitos narnianos deixaram de acreditar em Aslam e outros simplesmente amadureceram. Mas Nárnia ainda é a mesma.

Entendo que muitos narninanos por aqui sintam saudades de antes, afinal se hoje contamos com alguns narnianos parcipativos, antes contavamos com muitos mais. Era incrível como conseguiamos obter discussões novas e interessantes sobre ACDN. 

Justamente por isso pensamos que não devemos olhar para esta situação, mas vislumbrar através de nossas mentes aquilo em que ela pode se transformar. Isto não depende unica e exclusivamente de mim ou de você, mas de todos nós juntos. Por isso, precisamos da colaboração de todos, para transformar este grupo em um melhor ainda do que era.

Aslam não deixou de existir porque seus amigos deixaram de acreditar nele ou porque a coisa “tah chata demais”. Aslam é o mesmo hoje e sempre. Cabe a nós alimentarmos o nosso relacionamento com Ele e com outros narnianos, transformar nossa dor em festa, as lágrimas em alegria. Porque, quando menos esperarmos, vamos ouvir seu rugido e sua maravilhosa risada de satisfação.

Que o sopro soberano do Grande Leão abra nossos olhos e nossos corações para a real situação: é Nárnia que mudou, ou nós que a deixamos de lado por algum motivo? O que estamos fazendo para mudar a situação: dividindo ou somando esforços??? Respondam em seus corações, de forma sincera.

Por Aslam e por Nárnia

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Ator de As Crônicas de Nárnia será filho falso de Jason Sudeikis

O ator Will Poulter (“As Crônicas de Nárnia: A Viagem do Peregrino da Alvorada”) vai integrar o elenco principal da comédia “We’re the Millers”. No longa, Poulter dará vida a Kenny, um adolescente contratado pelo personagem de Jason Sudeikis (“Quero Matar Meu Chefe”) para fingir ser seu filho durante uma viagem.
Desta vez, porém, não se trata da mesma história de “O Paizão” (1999) e “Esposa de Mentirinha” (2011), nem é um filme é estrelado por Adam Sandler. A trama acompanha um traficante de maconha (Sudeikis) que decide importar meia tonelada de erva do México, através da fronteira dos EUA. Para não levantar suspeitas, ele reúne uma família falsa, que fingirá estar em férias.
Além de Sudeikis e Poulter, estão no elenco Jennifer Aniston (“Quero Matar Meu Chefe”) e Ed Helms (franquia “Se Beber, Não case!”). O roteiro foi desenvolvido por Bob Fisher e Steve Faber, autores da comédia “Penetras Bons de Bico” (2005), e a direção é de Rawson Thurber (“Com a Bola Toda”).

Fonte: pipocamoderna

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Ben Barnes, One Direction e Alexandre Burke apoiam a campanha para salvar o Ártico



Ben Barnes, One Direction, Alexandra Burke, Dev Patel e Lily Cole são apenas algumas das celebridades que anunciaram hoje estar apoiando o Greenpeace na campanha para salvar o Ártico.

Eles estão pedindo por um santuário global no Ártico, e estão exigindo que a perfuração de petróleo e pesca insustentável seja proibida nas águas do Ártico.

Rita Ora, Thom Yorke, Jude Law, Ed Norton e mais estarão entre os 100 primeiros nomes a serem escritos no Ártico Scroll (pergaminho ao apoio da causa do Ártico), e você pode adicionar seu nome aqui .

A Shell deve começar a perfuração exploratória em dois locais no Ártico do Alasca, nas próximas semanas. Se a Shell for bem sucedida, irá se iniciar uma corrida do petróleo no Ártico e o impulso para extrair na região irá acelerar. A petrolífera russa Gazprom também irá extrair petróleo no mar do Ártico este ano. Clique aqui para adicionar o seu nome para o livro e apoiar a campanha.

Fonte: Sugarscape
Adaptação e tradução: Herdeiros de Aslam

sábado, 16 de junho de 2012

NOVA PARCERIA - Team Ben Brasil



É gente, e o Herdeiros está crescendo cada vez mais. Hoje vim aqui para anunciar nossa nova parceria. Recentemente entramos em contato e fechamos parceria com o Team Ben Brasil. O Blog é realtivamente novo e como se precebe só pelo título, é voltado ao nosso querido Ben Barnes (benáticas piram), o interprete talentoso de nosso querido Rei Navegador, Caspian X.

Gerenciado por Jessica Vieira, uma benática assumida, o blog tras as mais diversas noticias e curiosidades sobre  Ben. Tem uma linguagem simples e direta, o que, ao meu ver, é encantador. Então, sintam-se a vontade e visitem muito e comentem mais ainda esse blog lindo e aumente nosso fandon, tanto de narnianos como de benáticas *-*

Para conhecer nossos outros parceiros basta ir na área de parcerias, clicar nos banners e dá uma olhada nos blogs que estão andando junto com o Herdeiros...beijos e até a próxima

Kamila Mendes,
Adm do grupo ACDN no Facebook e do blog Herdeiros de Aslam
e escritora do Pingentes de Ilusão

quinta-feira, 14 de junho de 2012

O que seria um amigo?

Neste vasto e imenso mundo, aonde se tornar “ amigo” é uma atitude fácil e vazia, eu tentava me situar, procurando alguém cujas características, fossem realmente as de um verdadeiro amigo. Foi desta forma que decidi perguntar ao Mrs. Google o que seria um amigo.

Com suas sábias palavras ele me disse: “Amigo é aquele que não importa o instante, não importa a hora, sempre estará disponível para te ajudar, é aquele que mesmo recebendo uma ligação tarde da noite não se irrita com o outro ou o trata mal, apenas o escuta. Amigo é aquela determinada pessoa que, ao te ver feliz, fica feliz por você, e lhe pergunta o motivo de semelhante alegria. É aquela pessoa que quando estamos tristes são as primeiras a se levantarem e a oferecerem o braço a torcer. São pessoas que mesmo estando longe parecem estar ali, AO SEU LADO”.  Diante destas palavras eu só podia anotá-las, em um bloco de folhas, para que, se algum dia encontrasse alguém desta forma, pudesse realmente perceber o que aquilo simbolizava.

Assim como todas as coisas de grande valor demoram a aparecer, alguns meses se passaram e eu acabei me esquecendo de tudo aquilo. Conheci muitas pessoas, porém grande parte não chegava a se tornar um amigo. Foi então, que eu conheci alguém. Foi uma pessoa especial que esteve ao meu lado nos momentos mais difíceis. Apoiou-me e sustentou quando eu mais precisei.

Os dias se passaram, e nos tornamos amigos... Um dia, enquanto procurava alguns cadernos em meu quarto, acabei achando aquela folhinha do bloco de notas onde havia feito àquela anotação. Lendo-a sorri, e cheguei à conclusão de que aquela pessoa linda era a minha melhor amiga e que ela possuía não somente as qualidades citadas pelo Mrs. Google, mas várias outras.

Mas o tempo é cruel e a vida prega peças. Com os passar dos dias uma distância fria foi tomando conta da gente. Ela seguiu sua vida e eu segui a minha. No começo a ausência foi difícil. Cobramos-nos demais, as cobranças vieram de ambas as partes. Já não conseguia enxergar aquele conceito de amizade nela. Tentei imaginar que passaria com o tempo. Não passou.

Aquela pessoa que tanto esteve ao meu lado e que tanto amei foi embora. No seu lugar há um vazio, uma ferida que custa a cicatrizar. Ela foi sem dizer adeus. Deixou-me esperando por um abraço e com a frase que agora ressoa na mente sem sentido algum: “Amigos para sempre”. Espero um dia que possamos retomar a amizade. Em outra vida, em uma realidade diferente. Em outro espaço e tempo. Não sei, mas onde quer que você esteja e o que quer que faça saiba que ainda estou aqui, torcendo por você e esperando que realize seus sonhos.

Se você tem um, ou vários amigos de verdade, cuide dele (s). Demonstre seu amor, sua paixão. Faça dessa pessoa única em sua vida. E quando um dia você se deparar sozinho saiba que deu o melhor de si e que um dia, talvez, vocês venham a se reencontrar!

Por: Matheus Martins e Kamila Mendes

terça-feira, 12 de junho de 2012

Chá com Tumnus apresenta Cris Bernardes


Alma de menina, coração de poeta

Olá narnianos. Trouxe mais uma entrevista muito engraçada e reveladora com essa simpática e brincalhona filha de Eva. Hoje, vou conversar com Cris Bernardes. Muitos de vocês devem conhecer essa narniana que é espontânea e risonha. 

Durante a entrevista, ficou claro para este fauno uma coisa: já havia observado que os humanos não são normais. Tem manias malucas, mas essa de ficar entrando no Guarda-Roupa...vocês realmente não se cansam disso, né?! rsrsr. Além disso, na entrevistada de hoje ela deixou escapar curiosidades e falou abertamente de sua paixão por Nárnia.Sobre a história que está escrevendo e tenho que admitir: este fauno ficou curioso para saber mais sobre sua história.

Vamos a entrevista e espero que vocês se divirtam tanto quanto eu!

Sr. Tumnus - Olá Cris, antes de tudo, você pode me contar há quanto tempo gosta de Nárnia?

Cris – Hummmm... xooo vê...quando cumeçeii acho que desde o começo de 2010

Sr. Tumnus - E como vc conheceu Nárnia?

Cris - Através do filme O Leão, A Feiticeira e O Guarda-Roupa (LFG).

Sr. Tumnus -  Cris, estou te entrevistando para o blog Herdeiros de Aslam, você precisa falar mais (rindo muito)

Cris – Taaa... (risos). Então, depois que eu assisti pela primeira vez O Leão, A Feiticeira e O Guarda-Roupa fiquei encantada com Nárnia.  Comecei a pesquisar na internet e vi que já tinha o filme Príncipe Caspian, assisti e gostei mais ainda. Pesquisando na net descobri o Mundo Nárnia (MN), onde fiz grandes amigos Narnianos. Lembroo que quando entrei, meus primeiros amiigos foram a Aninha e a Fran Fialho.

Depois disso fiquei um tempo sem entrar, porque estava sem internet e sem pc, e quando voltei ao MN as pessoas que eu havia conhecido quase não entravam mais. Depois desse tempo, a primeira pessoa que falou comigo no MN foi o Nyl. Ele foi super legal comigo. Depois conheci a Jo, Dri, Ale, Bell... foram meus primeiros amigos narnianos. Depois conheci você, Flávio, Edu... bons tempos no MN

Sr. Tumunus...Cris, até esse momento você achou que estava conversando com alguma filha de Eva, amiga sua, mas tudo bem continue (risos)

Cris – Kkkkkk ...ok .... aahhh aí anunciaram que A Viagem do Peregrino da Alvorada ia estreiar em dezembro... foi contagem regressiva no MN. A gente contava os dias. Eu ficava super euforica.

Sr. Tumnus – Como foi para você assistir VPA depois de tanta espectativa?

Cris – Ahhh... fui a uma cidade vizinha, assistir em 3D, porque na minha cidade ainda nao tinha cinema com tecnologia 3D, aí  voltei maaisss apaixonada por Nárnia.

Sr. Tumnus – Você tem um jeito muito espontâneo...me conta uma coisa engraçada que tenha acontecido por causa de seu amor a Nárnia?

Cris – Descobri que no Girafas (lanchonete) estavam dando um copo (squeeze) de VPA, quando cheguei lá já tinha acabado. Aí ganhei de aniversário de uma menininhade 4 anos. Fiquei muito decepcionda por não ter e ela me deu o dela... kkkkkkk

Sr. Tumnus – Como Nárnia afetou sua vida?

Cris - Desde que soube da existência de Nárnia nunca mais deixei de pesquisar sobre o livro, o autor, os atores dos filmes, por causa de Nárnia fiz amigos que quero levar pra vida inteira. Nárnia me ensinou muito!

Sr. Tumnus - E qual foi a experiência mais surreal q vc já teve com Nárnia?

Cris – Assimmm (risos), aqui onde eu trabalho tem um espaço com uma plantação de árvores de eucaliptos, é meio longinho, tem que andar um pouquinho, sempre que eu quero me sentir próxima de Nárnia vou até lá, levo meu celular e coloco a trilha sonora "the batle" e as vezes fico ouvindo o barulho do vento e chamo por Aslam.

Sr. Tumnus -  Hummm...isso é um tanto estranho, Filha de Eva! o.O

Cris – rsrsrs...parece loucura neh?! Eu sei kkkkkkkkkkkkkk ... Mas eu já fiz isso. Já procurei também uma entrada no meu guarda-roupa. rsrsrsr

Sr. Tumnus – Bom...nesse ponto acho que vocês, seres humanos são iguais...todos já tentaram entrar no Guarda-Roupa, eu acho!  Mas aqui, cá entre nós, em q Nárnia tem influenciado sua vida?

Cris - Aprendo muito com Lucy. Como a Biblia diz, Jesus disse: vinde a mim os pequeninos. Lucia me mostrou isso, com toda sua inocência. Entre seus irmãos a vejo como uma escolhida sempre a mais próxima de Aslan. Essa proximidade fica clara quando ela corre e se debruça sobre o Grande Leão. Eu aprendi que também preciso ser assim, como Lúcia: me lançar sobre a juba do Grande Leão de Judá, sem reservas. 

Aprendi também o valor da amizade. isso também está sempre presente em Nárnia: dar valor as pessoas
E Nárnia me faz pensa, imaginar, inventar. Abre as portas da imaginação foi com Nárnia que me veio o desejo de escrever.

Sr. Tumnus - Falando do desejo de escrever, vc tem uma história de fantasia...há quanto tempo tem escrito?

Cris - Tenho escrito desde o ano passado. Tentado, neh. Mas não é facil, mas eu vou seguindo relendo, reescrevendo, escrevendo mais e assim vai rsrsrsrs

Sr. Tumnus - Qual o nome da obra?

Cris - Ainda não tenho um nome....mas fala sobre a saga de uma garota chamada Alicia que tem a missão de salvar seu povo. Vamos ver que rumo vai tomar a história, acho que só vou conseguir dar um nome quando eu terminar... rsrsrs

Sr. Tumnus – Como Nárnia te influencia na criação dessa história?

Cris – Nossa, às vezes é dificil me desligar de Nárnia quando to escrevendo. Mas Nárnia me influencia quanto à fantasia, os seres mágicos, portais magicos. A  necessidade de um heroi, que no caso uma heroina, a existência de um vilão. Enfim, é Nárnia minha referência. rsrs

Sr. Tumnus - Como Lewis te influencia como escritora?

Cris - ahh.. eu acredito que em cada parágrafo que ele queria transmitir uma mensagem e fez isso muito bem. O modo como ele descreve cada lugar, cada personagem, como ele consegue nos emocionar,é incrível. Quero muito conseguir fazer ao menos um pouquinho do que ele conseguiu com Nárnia.

Sr. Tumnus - Um conselho ou uma observação q vc faria sobre Nárnia?

Cris – xiiiiiiiii fale baixo... é melhor sairmos daqui, as árvores podem nos ouvir! Vamos para sua casa, lá tem sardinhas rsrsrs

Óh, meu Aslan, é verdade...vamos filha de Eva...há espiões por todos os lugares!







domingo, 10 de junho de 2012

James McAvoy carrega a Chama Olímpica

James McAvoy, o nosso querido Sr.Tumnus, nos deu mais um motivo para sentir orgulho de ser narniano. No dia 8 de junho, sexta-feira, James carregou a chama Olímpica pelo percurso da Escócia, sua terra natal.

O ator de 33 anos percorreu as ruas de Glascow e teve o apoio d centenas de moradores fãs que ladeavam o percurso. James dividiu a tocha com o medalhista de oura das Olímpiadas de Inverno, Rhona Martin. No percurso escocês, a Tocha Olímpica passou pelo local de nascimento do poeta Robert Burns e Parque Hampden, casa do time de futebol da Escócia.

Antes de chegar a Glascow, a Chama foi transportadas por pessoas importantes da Escócia. Estes são os lugares por onde a Tocha Olímpica passou: Rota de sexta-feira 138 milhas-levou em Cairnryan, Ballantrae, Girvan, Turnberry, Donzelas, Kirkoswald, Maybole, Alloway, Ayr, Kilmarnock, Kilmaurs, Stewarton, Dunlop, Barrmill, Beith, Lochwinnoch, Kilmalcolm, Glasgow Porto, Rutherglen e Giffnock e por último Glasgow.

Orgulho Narniano

Segundo o site Zeenews.com, James MacAvoy sorriu com orgulho, enquanto carregava a Tocha através de sua Escócia e comentou a participação popular:

"O fato delas fazerem algo assim e visitarem cada cidade e acompanhar todos os lugares diferentes e todos se envolvem e realmente sinto que isso é pessoal para eles, acho que torna o evento realmente especial, então eu estou realmente honrado por estar envolvido ", disse ele.

Assista o vídeo de James McAvoy carregando a Chama Olímpica



James sobre a emoção de carregar a Chama




Rei Pedro em Branca de Neve e o Caçador

Para quem não assistiu o filme Branca de Neve e o Caçador, ou para quem assistiu e não percebeu, o Rei Magnus, pai de Branca de Neve, é nada mais, nada menos que Noah Huntley. E você deve estar se perguntando “mas quem, por mil demônios, seria Noah sei lá o quê?”. Vamos as explicações.

Para os desavisados de plantão Noah Huntley é o ator que interpreta o Grande Rei Pedro na vida adulta, durante a caçada ao Cervo Branco, que trouxe nossos reis de volta.

Noah é um rosto desconhecido do público brasileiro, e é mais conhecido no circuito E.U.A e Europa pelo seu pequeno papel em 28 Days Later, do diretor Danny Boyle. Também conseguiu destaque ao atuar no longa O Enigma do Horizonte. O filme em que atuou que obteve maior bilheteria foi em As Crônicas de Nárnia – O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa, da Disney. Interpretou o personagem Ben no longa Dark Floors e está, mundilamente, em cartaz intrepretando o Rei Magnus, pai da princesa Branca de Neve, responsável direto pela entrada da bruxa Ravenna (Charlize Theron) em seu Reino.

Assistam e prestigiem esse narniano, que muito nos orgulha, em Branca de Neve e o Caçador (Snow White and the Huntsman).

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Cinco meses de grupo? Parabéns



Ontem no dia 06 de junho o nosso grupo completou 5 meses de vida, e para cada um dos membros desta rede existe um motivo que os fazem participar da mesma. Na semana passada, estive refletindo a cerca do diferencial do nosso grupo para com os outros, isto é, sobre o que faz do nosso um grupo único. Por fim, acabei fazendo uma pequena lista com algumas rasões para isso, sei que se tivesse meditado mais neste assunto a lista teria mais motivos. Então vou explanar um pouco sobre alguns deles.  Confira:

“1 - Narnianos de coração e mente de verdade, sendo membros e participando do grupo – Creio que este seja um dos principais motivos, afinal o que seria do nosso grupo sem todos vocês? O laço que nos une não é qualquer laço mas um laço incomum, um que mesmo não estando fisicamente neste mundo está nas nossas vidas... Nárnia.

2 - Somos um grupo unido – No mês de março o nosso grupo sofreu um ataque calormano. Os membros mais antigos devem se lembrar, foi em um domingo, onde o grupo foi hackeado, os membros expulsos e entre outras coisas. Muitos diante desta situação entregariam as pontas, mas nós da adm nos reunimos e montamos o grupo de novo, do 0. Voltamos com novos recursos como o código de conduta, o qual preveniriria novos ataques ou discussões entre os membros.

Durante todo este período podemos compartilhar com o interesse dos membros em ajudar para que o grupo voltasse ao ar e foi isso que nos motivou e nos motiva até hoje com este trabalho.

Quantas vezes entrei aqui triste e cabisbaixo, e depois de alguns minutos estava rindo ao conversar com vocês pelo chat, ou nos comentários de algum post. Aqui pude encontrar amigos de verdade, pessoas com quem sei que poderei contar quando precisar, e assim como eu, sei que muitas sentem o mesmo aqui.

3 – Apoio dado pela adm aos membros – Nós da administração estamos aqui para ajudar vocês, para apoiá-los em seus projetos sejam eles relacionados a Nárnia ou não.  Isso é legal por que podemos ajudar vocês, e assim como é legal para vocês também é para nós. Afinal temos o prazer de ajudá-los. A administração não deve ser encarada como algo superior e para poucos, mas como um suporte, estamos aqui apenas para ajudá-los e manter a ordem no grupo . Por isso sempre que precisar não pense duas vezes antes de recorrer a gente.

4 – Acesso a diversas redes sociais – Não somos apenas um grupo no facebook, mas uma rede narniana tanto no face como no blog, estamos expandindo a cada dia e tudo isso para quê? Para vocês! Queremos que vocês se sintam parte disso, e que tenham ao menos um pouquinho de acdn em cada espaço da net onde possamos fazer parte.”

A lista ficou pequena galera, então o que vocês acham de dar continuidade a ela? Como? É simples, comentem aí em baixo o que os motiva a participar do grupo, nós queremos saber. Falem no que temos errado para com vocês e no que temos acertado. Por fim, agradeço ao nosso querido amigo narniano, Vinicius Barros, que escutou o sopro de Aslam sobre os seus ouvidos e então criou este grupo no dia 06 de janeiro deste ano. Além dele, agradeço a cada um de vocês que fazem deste grupo, maravilhoso. Tenho prazer em fazer parte dele.

Então agora é a vez de vocês... kkk..

Desejo a todos uma boa noite e aguardo os seus comentários.

Por: Matheus Martins

Capítulo 2 - Projeto "Ganhando Vida"



Peter, sempre gostei desse nome. Li uma vez no livro “Em busca dos nomes da vida”, Peter é uma pessoa que procura pela paz, inteligente e intuitiva, porém egoísta.

Mas aquele rapaz sentado do meu lado, preocupado com o vôo, que ainda iria demorar, parecia uma boa pessoa, era bonito, com certeza. Mas seus olhos mostravam preocupação, como se algo muito importante estivesse acontecendo em seu destino. Logo depois de ter se apresentado ele ficou quieto, fechou o sorriso e olhou para o painel, como se quisesse entender como funcionava. Ele fechou os olhos, e começou a mexer os lábios, mas não emitia nenhum som. Como se fizesse uma prece, á alguém no qual eu não sabia o nome.



Ele abriu os olhos e pareciam mais iluminados.



- Para onde pretende ir? – Perguntou-me, desajeitado como se temesse estar invadindo minha privacidade.
- To voltando pra casa... E depois de matar a saudade da família e de ficar por um tempo, vou para a Grécia, pretendo começar meus estudos lá, amo história. E não existe um lugar melhor para se começar do que a Grécia. 



Ele me observava, seus olhos eram azuis esverdeados o que deixava difícil de não os encaralo. Ele baixou a cabeça e deu um sorriso.



- O que foi? – Perguntei confusa.



- Você me lembra bastante minha irmã, Susan. Cabelos escuros e pele clara. Mas ela... bem, está bem longe daqui.



- Poderia saber onde? – Estava ficando curiosa, ele era um rapaz bonito que transmitia um ar de mistério, ele devia ter muitos segredos.



- Ela foi para os Estados Unidos quando tinha dezenove anos... Se achava adulta demais, e deixou toda a fantasia da infância dela para trás, como se nunca tivesse existido. Mas ela é uma pessoa legal.
- Hã, eu tinha um irmão chamado David, ele também se achava muito adulto e se inscreveu para uma guerra no Vietnã, e não retornou mais.



Ele segurou minha mão como se soubesse o quanto doía falar sobre isso. Mas percebeu o que fez e a soltou rapidamente, suas bochechas estava em um tom rosado.



Foi ai que eu me dei conta, estou contando meus assuntos particulares para um completo desconhecido... Não acho isso muito certo, mas estava determinada a descobrir o segredo de Peter.



Olhei para o grande relógio acima das portas dos banheiros, ainda eram sete e quinze da manhã, ainda faltava muito para meu vôo sair. Endireitei-me na cadeira e guardei meu livro.



- Já que os nossos vôos vão demorar, que tal irmos tomar um café? – Perguntei, abrindo o sorriso mais encantador que consegui. 



- ótima idéia. Eu pago – Disse Peter.



Levantamos e seguimos para uns dos restaurantes no interior do aeroporto. Fomos no “Velha Inglaterra”, havia várias mesas espalhadas pelo pavilhão, em volta do balcão tinha uma fileira de bancos altos. Sentei-me em uns dos bancos do meio, Peter se sentou do meu lado direito. Pedi um Cappuccino, e Peter um simples café com dois quadradinhos de açúcar. Ele me observava ao beber o café, o que me deixava constrangida. 



- Poderia perguntar, onde você morava antes de vir para cá?



- Portugal – Digo entre um gole do cappuccino – Lá é ótimo, mas não proporciona muitas coisas, achei melhor vir pra cá, mas aqui sei lá, não é o meu lugar.



- Entendo... Eu nasci aqui na Inglaterra, mas eu sei que aqui não é o meu lugar. Descobri isso quando era mais jovem, meu lugar é em um mundo totalmente diferente desse.



- Como assim? – Estava confusa, não poderia existir “outros mundos”. Poderia?



- Não sei se posso contar. É uma coisa muito pessoal minha e de meus irmãos. Não sei se posso sair contando para qualquer estranho...



Baixei a cabeça, eu sei que sou mesmo uma completa estranha, mas desde quando eu o vi senti algo forte, uma atração. Mas onde estou com a cabeça? Um rapaz tão bem apessoado assim deve ter namorada. 



Conversamos por mais vinte minutos, até que uma voz feminina sai pelos rádios do aeroporto, dizia que o avião com destino a Portugal sairia daqui quinze minutos. Peter paga nossos cafés, pego minhas malas, e vou para os portões para pegar o avião. Quando chego à porta Peter está do meu lado, viro-me e lhe dou um beijo no rosto.



- Foi um prazer conhecê-lo. Sabe eu lhe disse que vou para Grécia dentro de uns dias, mas Roma também tem histórias bem interessantes. Talvez eu mude de opinião.



- Isso é ótimo, então vai saber que não nos encontramos de novo – Ele sorri –Mas talvez pela frente eu possa te contar tudo...



A voz da mulher soa novamente fazendo a última chamada.



- Então tchau – Digo me dirigindo para o avião, entro, guardo minha bagagem e olho pela janela, Peter está acenando com a mão, me dando tchau, e eu aceno de volta como se fosse-mos um casal de namorados se separando por um tempo

Um lugar para chamar de Lar


Na descoberta de duas crianças, dos anéis de ir e voltar, foi que acabaram por encontrar, pela primeira vez, o lar...

Na brincadeira de quatro crianças, foi que uma delas, numa sala vazia, num guarda-roupa antigo, pôde-se achar, mesmo em meio ao frio e a neve, um lugar para se reinar...

Com um sopro, com um rugido, com um afago ou um ensino, com sua presença ou até mesmo pela sua lembrança, até o mais covarde se torna nobre e corajoso. O Grande Leão que abdicou do seu trono pra nos fazer governar.

Mesmo pequenino e às vezes subestimado, até o menos possível ,se torna maior nessa terra de Além Mar.

De um portão no muro do colégio á um lugar improvável que nem dava pra acreditar. Com lições que fazem até o mais mentiroso se arrepender, falar a verdade e amadurecer.

Um lugar que faz querer ficar. Cheio de amigos pra se fazer. Chá quentinho pra aquecer. Batalhas para lutar e vencer. Com um Mar de Lírios de tal brancura que quase pode cegar. Com um cavalo sempre fiel a seu menino. Com quatro tronos que sempre estarão preenchidos. Com um Bosque entre Dois Mundos onde não se tem vontade de falar e sim de ficar ouvindo. Com um azul de céu tão lido que no seu horizonte se funde com o azul do mar. Um lugar onde a luz do Lampião nunca há de se apagar. Lugar onde, por Aslam, todos se juntam pra uma nação formar. Nação esta que quando se chega, se respira fundo, abrem-se os braços, fecham-se os olhos e finalmente diz-se: Este é o meu lugar, o lugar onde posso, finalmente, chamar de lar!

Poema lindo escrito e enviado por Tayza Gonsaga 

A Sucessora - Capítulo 2

DEPOIMENTO DE EMBER



As amarras estão firmes, como sempre estiveram. A maior árvore do bosque continua sustentando o balanço, e continuo me sentando lá quando devo refletir. É um bom lugar, a árvore fica bem no alto de um monte, e de lá, consigo ver quase todos os Arvoredos da Vida. Alguns ainda pequenos, sutis e pouco copados, outros já crescidos, e com muita folhagem, ou melhor, com muitos pingentes, pois as folhas parecem mais com gotas de água congeladas.

Ultimamente, este tem sido o único lugar seguro para mim, onde todas as más lembranças, não parecem mais do que pequenos ciscos, que não fazem a menor diferença. Os Bosques Ocultos, e seu ar sempre fresco e úmido, são capazes de aniquilar tudo que te atormenta, e por um momento, parece que não existe nada mais do que aquela paisagem. As árvores luminosas e radiantes, se misturando as de tom azulado ou arroxeado. As flores de cores estonteantes que entram em perfeita harmonia com as cachoeiras de água turquesa. E o céu, ah o céu. De uma noite eterna, clara e acolhedora, coberta de estrelas. Como o Outono que se mistura à Primavera, em uma fusão surreal e inacreditável. Para todos os lados que se olha, existe apenas aquela visão. E qualquer um desejaria viver lá para sempre, se não fosse, claro, eu, a única a ter acesso. Não foi sem motivos que Aslam colocou todos os berços, ou seja, todos nossos lares, tão distantes das almas narnianas. Estamos lá desde sempre, e continuaremos até, quem sabe, depois do fim.

Como todas as outras, estou há muito tempo em Nárnia, então posso dizer com toda certeza, que nossa terra nunca passou por tempos tão difíceis. É complicado se conformar com eles acreditando, que o passado não passa de lendas, quando, na verdade, é mais real do que o que acontece agora.

Sou responsável pelos sonhos. Então, diferente de algumas de nós, estou forte e saudável. Não dependo deles para viver, e mesmo que dependesse, não mudaria nada. Todos os seres de Nárnia – não que saibam disso – são afetados pela falta de Aslam, e essa ausência, já completa quase um milênio. Sendo assim, nos sonhos é o único lugar onde podem se contentar, e faço questão de implantá-los, como se eu mesma fosse tê-los. Por causa desse trabalho, sei exatamente o que se passa nos corações de todas as almas narnianas. Até o pensamento mais profundo, residente da essência de seus seres. Através de tantos anos, percebi que até os bárbaros mais insanos, desejam uma Nárnia melhor. Até os líderes mais cruéis, desejam reinar em uma terra mais perseverante. E até aqueles, que por descendência, deviam crer na magia de Nárnia. Veem-na apenas como um mito.

Mas, enfim, tudo isso começou a mudar em uma doce manhã – eu pude perceber, pois, apesar de nos Bosques Ocultos ser sempre noite, a posição da luz muda – quando, enquanto sentada no balanço do monte, notei um Arvoredo da Vida, eu vivo nos Bosques Ocultos desde que fui criada, conheço cada canto daquele lugar, e tinha certeza, aquele arvoredo não estava lá no dia anterior. Dirigi-me até ele o mais rápido que pude, eu podia estar enganada. Mas não. Para chegar até lá tive que tomar um caminho que nunca usara antes para chegar a um Arvoredo da Vida. Passei por alguns cedros deslumbrantes e pelo rio que passava pelos bosques, notando as cavernas de pedras negras e lisas, onde tinha que recorrer, quando deveria implantar algum pesadelo, e finalmente cheguei. Pode pensar que era o arvoredo de um bebê que nascera durante a madrugada, mas não, recém-nascidos não tem arvoredos, mas sim pequenas mudas, que logo viram pequenas árvores – e consequentemente, crescem e morrem com eles – e sem pingentes. Este não, já era crescido, esbelto, e com uma copa maravilhosa. Há tempos não via algo tão incentivador. Eu estava correta, havia algo estranho lá. E isso se confirmou, quando peguei um pequeno pingente, e o vislumbrei. Foi então que tive uma surpresa, o sonho tinha imagens de algo que acontecera em Nárnia há milênios, eu bem me lembrava de como foi lindo o acontecimento, mas eu não poderia me distrair, aquele sonho não fora implantado por mim, e eu era a única em Nárnia que poderia fazê-lo. Segurei outros pingentes, seguidos de decepções, eu não havia implantado nenhum dos sonhos daquele arvoredo, mas alguns deles se referiam à minha terra. Então algo me veio à cabeça, era uma alegria tão extrema que mal podia conter dentro de mim, um alívio, que me fez soltar um longo suspiro, seguido de um sorriso de satisfação, que foi limitado por uma serena preocupação. Eu deveria avisar a Guardiã, informa-la rápido, e foi o que fiz. Chamei Thorine, um belo unicórnio branco, que logo apareceu. Ele nunca me deixava.

A viagem não foi longa, também, Thorine era rápido, e entidades como eu, podem realizar alguns truques. Logo estávamos na frente ao Palácio, muito mais belo do que me lembrava. Havia mais cor, mais vida. Os espelhos de que era feito estavam refletindo o Sol fielmente. Quando me notei, eu também estava mais viva, minha pele e meus olhos brilhavam mais. Agora tinha certeza, minha suspeita era real. A brisa tocou-me, fechei meus olhos, e senti, estou certa, que aquele era o sopro de Aslam. Ao descer de Thorine, as portas do Palácio se abriram, a Guardiã me esperava. Nós, fadas, temos uma aparência bem jovial, porém a Guardiã parecia mais adulta, mais velha que nós, mesmo não sendo. Ela sentira minha presença, e fora me receber. Eu devia parecer aflita, pois ela logo me perguntou, com a mesma voz sutil de sempre:

_Ember, o que houve? Faz muito tempo que não vem até aqui.

_Hoje, mais cedo – percebi que falava oscilando – um novo arvoredo, já crescido, com sonhos que não são meus. – Ela escutava atenciosa, como sempre, e não demonstrava espanto na expressão.

_Mas como? – disse calmamente – Não pode ser!

_Mas é. Eu confirmei. Pelo tamanho tem uns quatorze ou quinze anos. – ela abaixou a cabeça, parecendo pensar.

_Agora se encaixa. – disse ela, e fiz provavelmente um rosto de dúvida, pois ela continuou. – Sabe que algumas fadas já se foram. Essa manhã, pensamos que Glen havia se juntado à elas. Mas acaba de voltar, por ordem dele, afirmou.

_Por Aslam! Quer dizer que... – não terminei, havia outra coisa melhor para se falar – Ybelle. Você sabe que isso já aconteceu antes.

_Sim, Ember. Mas há milênios ninguém entra em Nárnia. – a fala confirmou que ela sabia do que eu falava.
_Talvez seja a hora. – e eu sabia que era

Depois de dizer essas palavras, notei uma presença atrás de mim, eu conhecia bem aquele debater leve de asas. Não fomos só Glen e eu, a sentir os sinais. Logo depois, muitas mais chegaram.

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Georgie Henley ensina sobre Nárnia em sua Escola


Georgie Henley deu uma lição sobre Nárnia ao nível júnior (J4), na aula de Inglês, em Bradford Grammar School, sua atual escola.

Georgie Henley é uma aluna ‘Sixth Form’ em Bradford Grammar School. Conhecida internacionalmente por interpretar Lucy Pevensie, na série de filmes As Crônicas de Nárnia, Georgie visitou recentemente um internato inglês, chamado Junior School J4. Os alunos desta escola assistiram e discutiram os filmes da série As Crônicas de Nárnia como atividade obrigatória da disciplina de Inglês.

As crianças tiveram oportunidade de conhecer e entrevistar Georgie para descobrir como é ser uma jovem atriz. Eles aprenderam muito sobre cinema, e ouviram suas histórias do trabalho divertido e rígido, necessário nos sets de Nárnia. Gerogie usou sua imaginação para interpretar as diferentes criaturas mágicas do mundo de Lucy. Foi uma surpresa ver uma atriz de sucesso usar o drama e a interpretação para explorar os personagens de um livro em uma aula de inglês.

A atriz também visitou Copthorne Primary School em Bradford em maio do ano passado para discutir sobre Nárnia. Ela manifestou interesse em ensino como uma carreira. Georgie pode ser bem sucedida em sua vocação, juntamente com a atuação!

Fontes: Mundohenley l Skangie MundoNarnia
 

sexta-feira, 25 de maio de 2012

1º CAPÍTULO DO PROJETO 'GANHANDO VIDA'


O dia estava nublado e o Sol manhoso se escondia por trás das nuvens cinzentas típicas do inverno inglês. A neve esculpia formas inimagináveis nas ruas e o tom pacífico só era rompido pelo vermelho vivo dos ônibus que passavam. Desde que eu chegara na cidade, aquela fora a manhã mais fria, o que refletia o estado de minha alma, no dia em que para minha infelicidade, eu partiria.

sexta-feira, 18 de maio de 2012

1º Nárnia Day (Narnietes)

     Não faz muito tempo que começamos a divulgar na nossa rede este evento, que ocorreria no dia 12 de maio, sábado passado. E é com grande alegria que viemos aqui, através deste texto, descrever todas as atividades realizadas no evento, para que aqueles que não puderam estar presentes possam se inteirar um pouco mais sobre ele.

      O Narnia Day teve início no começo da tarde, com a apresentação de algumas provas surpresas, totalizando 17 provas. Essas provas abrangiam desde conhecimentos gerais sobre As Crônicas de Nárnia, até desafios ligados ao tema. Às 19 horas o evento começou oficialmente, com o concurso de melhor vestido, que foi conquistado pela narniana Carol Borges.


Amizade, alicerce narniano


Vocês já repararam que a amizade é uma questão permanente nas Crônicas de Nárnia? É claro que sim! Reepcheep e o dragão Eustáquio, Caspian e os irmãos Pevensie, Bri e Shasta, Hune e Aravis, Eustáquio e Jill Poe, Digory e Polly e o símbolo de amizade supremo: Aslan com sua criação, Aslan e os reis e rainhas de Nárnia!

Não é de admirar que, uma obra cujo um dos alicerces está na amizade tenha sido gerada por um elo único: a amizade entre Lewis e Tolkien. Mas falar do sentimento único que deu luz a duas obras que inauguraram o genero literário de fantasia, não é o objetivo deste post!

A Sucessora - Capítulo 1

Depoimento de Glen

Olhando para o horizonte, como sempre esperando o sol nascer. Como sendo eu a fada da alegria, aquele seria mais um dia triste pra mim. Nárnia estando nessa tristeza profunda, cada vez se tornava mais dificil sorrir, e depois de um milênio sem felicidade, a cada dia ficava mais fraca e delicada.

terça-feira, 15 de maio de 2012

Elton, o iluminado!

Olá amigos, o que estão achando do blog? Espero que estejam gostando!

Bom, estou escrevendo este texto para homenagear um grande amigo que todos nós possuímos. Ele é um adm do grupo, é de Alagoas, ama escrever e está prestes a realizar um sonhos. Já descobriram quem é? TAMTAMTAM *Suspense*. Pois bem, é o Elton. Kkkk... 


Agora me deixem falar diretamente para ele...

“Ei irmão... Não sei se você se lembra, mas logo que começamos a conversar sobre este blog,  houve um motivo para agilização do lançamento do blog em função de uma postagem.... Aqui está ela.  Ela era para ter sido a primeira postagem do blog, que seria realizada no dia 24/04 (terça). Por alguns imprevistos este post teve de ser adiado. Mas nós não o esquecemos... E em nome de toda a administração, aqui estou eu. 

Durante toda a semana anterior a do dia 23 fiquei me preparando para este momento, através desta oportunidade, pude me lembrar de inúmeras coisas, inclusive de um antigo amigo meu. Seu nome era Matheus (assim como o meu) e o conheci durante o 2ª ano do colegial, em 2010, infelizmente ele não está mais entre nós.  Você pode estar se perguntando: “Nossa, por que ele está reativando estas memórias?”, vou lhe responder o porquê.

O Matt (Matheus) sempre foi e sempre será um exemplo para mim, ele tinha um sonho, que era servir na aeronáutica e para isto vivia estudando. Devido a esta vida de estudos ele se tornou a pessoa mais inteligente que eu já conheci. Existiam vários impecilhos no meio de seu caminho, ao exemplo da miopia de 0,5 graus que possuia (a aeronáutica não constuma aceitar pessoas com miopia, por menor que seja). Nunca vi uma pessoa que corresce tanto atrá de seus sonhos, inteligente, determinada e humilde como ele.

 Lembro-me de uma vez em que falei o seguinte com ele:

- Nossa, amigo, perto de você eu sou um burro 

- Besteira – Ele me respondeu, enquanto sorria e me olhava com seus olhos atentos – Não existe nenhuma diferença entre eu e você. Nós temos a mesma capacidade, eu só me empenho mais que vocês nos meus estudos.

Levarei esta conversa comigo para o resto da vida, assim como o levarei.  Agora... No que vocês se parecem? Assim como ele você é uma pessoa determinada e que verdadeiramente corre atrás daquilo que almeja. Era incrível como tudo parecida dar certo para ele e ultimamente tenho reaparado isto em você. Apesar de serem bem insteligentes e de todas as suas outras qualidades, pemarneceram simples e humildes. Hoje em dia, muitos ‘se acham’ e são arrogantes, vocês não.

Quando o Matt se foi, fiquei muito triste, e ainda fico, às vezes, mas, para suprir esta falta, Deus me enviou novos amigos, amigos que posso chamar de irmãos, e um deles é você. Assim como ele você é um exemplo para mim. 

Amanhã é o lançamento do seu livro e só Deus sabe o quanto queria estar presente neste momento.  Nós sabemos o quanto ele representa para você, e assim como você o espera ansiosamente, nós também o esperamos. Ficamos demasiadamente alegres em ver os sonhos de uma pessoa tão querida se realizarem.

Não estou menosprezando este dia ao falar que ele é apenas uma página da sua vida. Mas quero dizer que ainda hão de vir muitos outros lançamentos e ainda terei a opotunidade de ir a um deles. Sei que Deus/Aslam ainda lhe abençoará muito. 

Em nome de toda a administração e de nossos amigos narnianos lhe dou os parabéns por mais esta vitória, e os nossos mais sinceros votos de felicidades. Sei que muitos de nós queríamos estar aí para lhe abraçar, dizer algumas palavras e entre outras coisas, mas, mesmo não estando fisicamente, estaremos em pensamento. Temos orgulho de você. Por isto sinta um imenso e apertado abraço em nome de toda a família narniana. É um enorme prazer ser seu amigo. Agora vou encerrar este texto logo antes que vocês fiquem entediados. Kkkkkk...."

Parabéns mais uma vez amigo, conte sempre conosco.


Ps.: Veja este vídeo:



 E depois veja a tradução. *-*

De seu amigo: Matheus Martins


domingo, 13 de maio de 2012

Feliz dia das mães



            Olá amigos e irmãos narnianos, venho aqui fazer o meu post (em nome de toda a adm) comemorativo do dia das mães, dia que é muito especial para todos nós. Afinal, o que seria de nós sem os nossos pais e Deus, não poderiamos deixar este dia especial passar em branco. Mas falemos um pouquinho sobre as mães.

 Elas que nos carregaram por 9 meses durante o período de gestação... Passaram noites em claro cuidando da gente... E entre outras coisas. Elas sempre estão conosco dentro do possível, chega a ser incrível quando estamos mal e tentamos disfarçar aquilo, mas elas sempre sabem como estamos. Que ser humano possúi esta capacidade? Simplesmente aquele que conhece você melhor do que ninguém, e este ser, tem uma definição... Mãe.

Sei que pode haver alguns que tiveram mães adotivas, mas pensem só, elas escolheram vocês. Para mim isso já é motivo de se sentir especial, amado, querido... Muitas vezes nós falhamos com elas, quando deixamos de fazer algo, quando as respondemos mal, e entre tantas outras formas, mas isso nunca muda o amor que elas possuem por nós. Sou gratp eternamente a Deus por nos conceder a honra de ter essas pessoas nas nossas vidas.

Quando o mundo todo parece estar contra nós, quando amigos que se diziam amigos nos abandonam, elas estarão lá conosco. Serão a rocha para que nós possamos nos firmar e andar, seguir adiante. Tenho aprendido que nas nossas vidas, pessoas vem e vão, mas de uma coisa eu sei, dentro do possível e enquanto Deus permitir minha mãe estará comigo.


Desejo um feliz dia das mães a todas as mães, nós (seus filhos) amamos vocês, de coração. Para finalizar este texto peço que aqueles que o lerem, mostrem as suas mães e façam deste dia um dia marcante, inesquecível para elas, por que elas merecem. Aproveitem e leiam esta linda mensagem:


“Uma criança pronta para nascer perguntou a Deus:
- "Dizem-me que estarei sendo enviado à Terra amanhã... Como eu vou viver lá, sendo assim pequeno e indefeso?"
E Deus disse:
- "Entre muitos anjos, eu escolhi um especial para você. Estará lhe esperando e tomará conta de você."
Criança:
- "Mas diga-me: aqui no Céu eu não faço nada a não ser cantar e sorrir, o que é suficiente para que eu seja feliz. Serei feliz lá?"
Deus:

- "Seu anjo cantará e sorrirá para você... A cada dia, a cada instante, você sentirá o amor do seu anjo e será feliz."
Criança:
- "Como poderei entender quando falarem comigo, se eu não conheço a língua que as pessoas falam?"
Deus:
- "Com muita paciência e carinho, seu anjo lhe ensinará a falar."
Criança:
- "E o que farei quando eu quiser Te falar?"
Deus:
- "Seu anjo juntará suas mãos e lhe ensinará a orar."
Criança:
- "Eu ouvi que na Terra há homens maus. Quem me protegerá?"
Deus:
- "Seu anjo lhe defenderá mesmo que signifique arriscar sua própria vida."
Criança:
- "Mas eu serei sempre triste porque eu não Te verei mais."
Deus:
- "Seu anjo sempre lhe falará sobre Mim, lhe ensinará a maneira de vir a Mim, e Eu estarei sempre dentro de você."
Nesse momento havia muita paz no Céu, mas as vozes da Terra já podiam ser ouvidas. A criança, apressada, pediu suavemente:
- "Oh Deus, se eu estiver a ponto de ir agora, diga-me por favor, o nome do meu anjo."
E Deus respondeu :
- "Você chamará seu anjo de ... MÃE!”


Fiquem com Deus e até mais.

Feliz dia das mães (mais uma vez)